A Importância da Tomografia Cone Beam na Radiologia Odontológica

radiologia.blog.br radiologia.blog.br

A Importância da Tomografia Cone Beam na Radiologia Odontológica

Veja Como a Tomografia Cone Beam é Importante para a Radiologia Odontológica

Olá pessoal, neste artigo vamos abordar a Tomografia Cone Beam, um tema relacionado a Radiologia Odontológica. O exame de tomografia cone beam é uma prática do Diagnóstico Por Imagem que tem crescido muito rápido na área.

Existem dois métodos principais na radiologia odontológica: a radiografia periapical e a radiografia panorâmica. Os métodos são muito utilizados. O único problema é que as imagens são visualizadas em um único plano, sobrepondo estruturas.

Radiografia Periapical e Radiografia Panorâmica

A radiografia periapical tem como objetivo principal proporcionar a visualização das estruturas do dente e da região periapical. A radiografia panorâmica é utilizada para a visualização de toda a dentição inserida na mandíbula e na maxila.

Nesses métodos da radiologia odontológica são utilizados: o tubo de Raios-X, filmes radiográficos, processamento de revelação e colgaduras.

Tomografia Computadorizada

A Tomografia Computadorizada (TC) é um exame de diagnóstico por imagem que utiliza os Raios-X, atravessando o corpo do paciente, para formar imagens na tela de um computador.

O primeiro tomógrafo era bem simples, porém, o exame era demorado e com doses altas de radiação. Com o passar do tempo o equipamento foi aprimorado, diminuindo assim o tempo de varredura e a dose de radiação e melhorando a qualidade das imagens.

Atualmente, os equipamentos mais modernos de Tomografia são chamados de nova geração, onde é possível acomodar corpo inteiro do paciente e realizada toda a varredura do corpo em poucos segundos, com níveis menores de radiação.

Além da Tomografia tradicional existe a Tomografia Cone Beam.

A Tomografia Cone Beam tem sido muito utilizada na odontologia, por disponibilizar imagens tridimensionais, sendo indicada principalmente na implantodontia.

tomografia cone beam 3

Como Funciona a Tomografia Cone Beam?

O aparelho de Tomografia Cone Beam é semelhante ao aparelho de Raios-X panorâmico, o paciente pode ser posicionado sentado, em pé ou em decúbito dorsal (dependendo do aparelho). Na imagem abaixo, você pode conferir um Tomógrafo Kodak 9000 3D. Este tomógrafo cone beam produz imagens panorâmicas de alta qualidade digital e imagens tomográficas com baixa dose de radiação.

tomografia cone beam 1

O tomógrafo cone beam tem dois componentes principais que são localizados em polos diferentes do aparelho. São eles: a fonte de Raios-X, que emitem a radiação em forma de cone e o detector de Raios-X.

É realizado apenas um giro de 360° em torno da cabeça do paciente fazendo a aquisição das imagens a cada 1° grau, após a aquisição das imagens, toda a informação é enviada para um computador. No computador é instalado um software que permite a realização de reconstruções em 2D ou 3D e a retirada de estruturas indesejadas (como a coluna cervical) na imagem, por exemplo. O tempo de exame varia de 10 a 70 segundos e o tempo de exposição vai de 6 a 7 segundos, é um tempo de exposição bem curto.

tomografia cone beam 2

Aplicações da Tomografia Cone Beam na Odontologia

Existem diversas aplicações do exame na odontologia, a aplicação mais comum é na implantodontia. Veja outras indicações:

- Localizar elementos dentais inclusos

- Avaliar o grau de reabsorção radicular de dentes adjacentes a caninos retidos

- Avaliar a relação de dentes inclusos com acidentes anatômicos

- Localizar pequenas trincas e fraturas dento-alveolares

- Avaliar fraturas radiculares Avaliar fraturas radiculares

- Visualizar tamanho, forma e número de canais radiculares

- Determinar quantidade, qualidade e inclinação do rebordo ósseo alveolar

- Observar anomalias da Articulação Temporomandibular

- Auxiliar no diagnóstico e delimitação das lesões patológicas

- Avaliação de patologias Avaliação de patologias

- Avaliar os seis maxilares

- Avaliação de patologias (frontal) Avaliação de patologias (lateral)

- Avaliação de patologias (horizontal)

- Observar pacientes portadores de fenda palatina

- Determinar quantidade de osso para tracionamento ortodôntico

- Avaliar relação entre diâmetro das raízes e as tábuas ósseas vestibulares e linguais

- Realizar planejamento cirúrgico virtual

A Tomografia Cone Beam possui uma importância muito grande no planejamento do implante porque com as imagens é possível cortes precisos do osso alveolar remanescente, medir altura e espessura, medidas específicas entre o osso e as estruturas vitais, como nervos, seio maxilar e fossa nasal.

Através da Tomografia Cone Beam é possível simular a cirurgia de implante antes de realizá-la.

Fonte: radiologia.blog.br

Read 8982 times

Unidade I: Rua Pedro Borges, 135 S/304 - Ed. Portugal - Centro - Fortaleza - Ceará - Brasil
Unidade II: Rua Marcos Macêdo, 1333 S/1016 - Pátio Dom Luis - Torre II - Aldeota - Fortaleza - Ceará - Brasil
Unidade III: Av. Humberto Monte, 2929 S/820B - Ed. Harmony Premium - Parquelândia - Fortaleza - Ceará - Brasil
Unidade IV: Rua Rodrigues Júnior - Centro - Quixadá - Ceará - Brasil

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados a Oral Scan.
Contato: oralscanaldeota@oralscan.com.br